Maricá volta à normalidade após temporal

WhatsApp-Image-2018-01-16-at-14.16.42-696x418

Após as fortes chuvas que atingiram Maricá na noite desta segunda-feira (15/01), cerca de 300 homens da Secretaria de Conservação atuam desde as 20h desta segunda-feira (15/01) na retirada de 114 árvores das vias, em regiões como Itaipuaçu (entrada do MCMV e Serra da Tiririca), Bananal, Rua 90 em Cordeirinho, Centro, Parque Eldorado, Parque da Cidade, Pedreira, Flamengo, Nova Metrópole, Bairro da Amizade, Caju, Jacaroá e Gamboa. Foram 43 milímetros de chuva em uma hora e meia (19h às 20h30) e ventos fortes que chegaram a 80km/h. Ninguém ficou ferido ou desalojado.

“A situação está absolutamente sobre controle. Tivemos um volume e uma intensidade de vento e chuva muito fortes. Derrubou muitas árvores na cidade como um todo. Desde ontem à noite, as nossas equipes da Conservação, da Defesa Civil e Obras estavam nas ruas desobstruindo vias e junto a Enel, que reforçou a quantidade de prestadores de serviços aqui, conseguimos religar alguns pontos da cidade que estavam sem energia elétrica”, disse o prefeito Fabiano Horta que acompanhou os trabalhos durante a madrugada.

Oito retroescavadeiras, oito caminhões caçambas, quatro caminhões com carroceria de madeira e cinco equipes de poda estão sendo utilizados para a remoção dos entulhos.

“A cidade já está limpa e estamos monitorando as condições climáticas diariamente. Foi uma intensidade muito grande num período de tempo muito curto. Não houve nenhuma área de alagamento. Houve destelhamento de residências, mas nada que gera alguma natureza de alarde ou catástrofe”, conclui o prefeito.

As intervenções de limpeza em diversos rios, córregos e canais, e o alargamento da rede de drenagem realizado em junho do ano passado pela Secretaria de Obras, surtiram efeito. “Ficamos de prontidão durante a tempestade, toda nossa rede de drenagem funcionou. Apenas o Canal da Cedae, no Centro, ficou acima do nível, o que ocasionou pontos de alagamento na frente do Colégio Cenecista”, explicou o subsecretário de Obras, Dalton Vilela, que disponibilizou 50 funcionários da pasta para auxílio no trabalho de limpeza.

“Ainda estamos nas ruas, e se for preciso, vamos criar um plantão para que até esta noite a cidade esteja completamente em ordem”, afirmou o coordenador geral da secretaria de Conservação, Rodrigo Fagundes.

Até o momento, a Defesa Civil recebeu 22 chamados para retirada de galhos, árvores e postes caídos ou telhas em fiações. Para chamadas de emergências o telefone da Defesa Civil é (21) 2637-1999 ou 199 e da Secretaria de Conversão é 0800 239 633.

IMG_0419

IMG_0437

IMG_0396

Comentar

Seu endereço de email não será publicado.Campos marcados são obrigatórios *

*

15 − treze =

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>